FEIRA | Feira Diversidades do Sertão é tema de encontro entre entidades do município de Pilão Arcado

ATAF se reúne com parceiros para realização da Feira das Diversidades

 

Texto: Roniere Cassiano, Cintia Araújo e Marcos Amâncio

Fotos: Roniere Cassiano.

As entidades realizadoras da Feira Diversidades do Sertão, Associação de Técnicos em Agropecuária e Apoiadores da Agricultura Familiar no Estado da Bahia (ATAF) e o SASOP, se reuniram no último dia 22 de março, no município de Pilão Arcado-Ba, com entidades parceiras para debater sobre a realização da da primeira edição da Feira, que acontecerá no dia 12 de abril, no centro da cidade.

A Feira Diversidades do Sertão é uma das ações Projeto de Inclusão Social, Produtiva e Econômica de Famílias Agricultoras em Feiras Agroecológicas (Improfeiras), fruto de um convênio entre a CAR e ATAF. Duas feiras estão previstas para acontecer nos municípios de Pilão Arcado e Campo Alegre de Lourdes-BA, tendo como apoio também o Pró-SemiáridoSDRGoverno da BahiaFIDA.

O encontro teve como objetivo sistematizar as propostas elaboradas pelas comissões envolvidas na organização da feira, como também a apresentação do Coordenador e do Agente do Campo, colaboradores no processo de organização do projeto em Pilão Arcado.

Para a representante da Paróquia Santo Antônio de Pilão Arcado, Josenita, a feira será um espaço muito importante para mostrar os trabalhos que os agricultores e agricultoras desenvolvem de melhor nas comunidades e que, muitas vezes, ficam escondido sem ter como divulgar, entre eles, a rapadura, cachaça, buriti, caju, e o umbu e que precisa ser reconhecido e valorizado.

O projeto Improfeiras foi pensando na perspectiva de facilitar o acesso a comercialização, a divulgação e o registro, dos produtos oriundos de agricultores familiares que trabalham pensando nos princípios da agroecologia. Como também para proporcionar ofertas aos consumidores em está adquirindo produtos livre de veneno.

De acordo com o Coordenador do projeto, Anselmo Ferreira, as entidades realizadoras e os parceiros estão se organizando e se esforçando o máximo com intuito de promover a feira como um espaço que proporcione a valorização da agricultura familiar local.

A atividade contou com a participação de entidades sociais e de secretárias municipais envolvidos (as) no processo de organização da feira, como Paróquia Santo Antônio, Secretaria de Cultura de Pilão Arcado, PJMP, Rede Mulher, Pastoral da Criança, Associações comunitárias, Rede Mulher.

Segundo a coordenadora da Rede Mulheres de Pilão Arcado, Ilda Alves, o município tem grande potencial na produção de alimentos naturais e também quando se refere a produção de artesanatos, mas o maior desafio está na dificuldade enfrentada pelos artesãos e agricultores em comercializar e na divulgação seus produtos.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.