COMEMORAÇÃO DOS 25 ANOS DO SASOP MOBILIZA CERCA DE 400 PESSOAS ENTRE FAMÍLIAS AGRICULTORAS, PESCADORAS, PARCEIROS, ORGANIZAÇÕES, ARTICULAÇÕES E REDES.

COMEMORAÇÃO DOS 25 ANOS DO SASOP MOBILIZA CERCA DE 400 PESSOAS ENTRE FAMÍLIAS AGRICULTORAS, PESCADORAS, PARCEIROS, ORGANIZAÇÕES, ARTICU

Nos últimos dias 11 e 12 de março, o SASOP realizou mais uma etapa do ciclo de comemorações pelos seus 25 anos. Desta vez, a atividade aconteceu na cidade de Remanso, Território do Sertão do São Francisco, uma das regiões de atuação da entidade. Na semana do Dia Internacional da Mulher, o SASOP, junto com a Rede de Mulheres e Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais de Remanso, e outros parceiros, realizou a VI Feira Cultural e Saúde da Mulher.

Para a representante da Rede de Mulheres, Maria do Socorro Santos, a Feira, que acontece há seis anos, comemora o Dia Internacional da Mulher e mostra o trabalho que mulheres de comunidades rurais da região fazem durante todo o ano. “São muitas comunidades. São mulheres, donas de casa, que vem mostrar o resultado do trabalho e abrilhantar essa festa maravilhosa", comemora. A agricultora Sofia de Souza Gonçalves, da comunidade Xique-xique, afirma que a Feira proporciona mais experiências, além de ser divertido para quem vai expor seus produtos. Com uma diversidade de alimentos agroecológicos e artesanato, a Feira dá uma sensação de liberdade para as mulheres camponesas, segundo a representante da Articulação Sindical de Remanso, Beronice Ferreira da Silva.

No dia 12 de março, a programação teve inicio com o lançamento da Campanha de Apoio a Agricultura Familiar, que há 10 anos é realizado em parceria com a Actionaid, e este ano tem como tema o Consumo Consciente e Saudável. A mesa de lançamento contou com a presença da coordenadora do Programa Local do SASOP, no Semiárido, Márcia Muniz; do representante da Actionaid, Avanildo Duque; da agricultora da comunidade Tamboril, em Campo Alegre de Lourdes, Ivete Lopes; e da  presidenta do Conselho Nacional de Segurança Alimentar e Nutricional (CONSEA), Maria Emilia Pacheco.

“A campanha traz um tema importante que nos proporciona pensar no que estamos comendo e como estamos comendo. Estamos esquecendo de valorizar o afeto, nossas memórias e mudando a forma de apreciar os alimentos. É importante falar de comida num sentido cultural, levando em consideração nossos hábitos. A história foi mudando nossos hábitos, mas precisamos resgatar valorizar nossa cultura alimentar”, afirmou Maria Emília durante sua fala. A mesa trouxe ainda um resgate histórico da campanha, com resultados e impactos na Segurança Alimentar das famílias ao longo desses 10 anos, além da apresentação de cordéis, músicas e uma esquete teatral criadas por jovens de quatro comunidades de Campo Alegre de Lourdes, especialmente para esse momento de celebração.

À tarde, foi a vez do Seminário Conquistas e Desafios das Políticas Públicas e Promoção da Agroecologia, com a presença do coordenador executivo da Actionaid, Jorge Romano; o secretário executivo da Articulação Nacional de Agroecologia (ANA), Denis Monteiro; a representante da Comissão Pastoral da Terra (CPT), Marina Rocha; e do coordenador geral do SASOP, Carlos Eduardo Leite. O seminário levantou reflexões sobre a conjuntura política no País e no Território, sob perspectivas das políticas públicas voltadas para o fortalecimento da agroecologia, da agricultura familiar e do desenvolvimento rural sustentável. Foi ressaltada ainda a importância do diálogo com a sociedade e de mostrar “por que interessa a sociedade apoiar a Agroecologia. “O agronegócio produz comida com veneno e provoca a falta de água. A Agroecologia sabe produzir sem veneno e com pouca água. É isso que precisamos comunicar para a sociedade. Cerca de 70% da água é consumida no Brasil pelo agronegócio, 20% pelas indústrias e apenas 10% pelas pessoas”, reforça Jorge Romano.

Durante todo o dia, no espaço do evento, estava montada a Mostra Fotográfica Olhares Sobre o Semiárido, com fotografias produzidas pelos jovens Mateus Lopes Alves e Antonio Tontoin, e as jovens Lucélia Carvalho e Taianara Cunha,  sob facilitação da fotógrafa Manuela Cavadas. O encerramento do dia ficou por conta do lançamento do vídeo institucional do SASOP pelos 25 anos, que em breve será distribuído e disponibilizado no youtube, e uma noite cultural com jantar comemorativo e forró. A cobertura fotográfica pode ser conferida na página do SASOP no facebook https://www.facebook.com/pages/Sasop/102794136542252?sk=photos_stream&tab=photos_albums.

Ciclo comemorativo – O SASOP completou 25 anos em julho de 2014 e elegeu os 12 meses seguintes como ano comemorativo, com um ciclo de comemorações nos territórios de atuação, garantindo a participação das famílias agricultoras e pescadoras e parceiros locais, atores fundamentais na construção do conhecimento agroecológico. A primeira celebração aconteceu no município de Camamu, Território do Baixo Sul da Bahia, em novembro do ano passado. Após a comemoração em Remanso, haverá o encerramento do ciclo comemorativo em maio de 2015, na cidade de Salvador, onde se localiza a sede da instituição.  

Sobre o SASOP – O SASOP – Serviço de Assessoria a Organizações Populares Rurais é uma organização da sociedade civil que, desde 1989, vem contribuindo para assegurar a agricultores, agricultoras, pescadores e pescadoras artesanais uma melhor qualidade de vida no campo, Sua missão é contribuir para a construção de um modelo de desenvolvimento rural sustentável nos aspectos social, econômico, cultural e ambiental, tendo como opção estratégica o fortalecimento da Agroecologia.

Conheça experiências agroecológicas no blog http://sasop.wordpress.com.

Deixar uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.